A luta contra a medicação nos Estados Unidos levada a nível federal | Jockey Club Brasileiro

A luta contra a medicação nos Estados Unidos levada a nível federal

top_logo

No último dia 15 de abril, Ogden Mills Phipps, presidente do Jockey Club americano, levantou a ameaça de uma intervenção federal se os principais estados turfísticos se recusassem a colocar em ação o Programa Nacional Uniforme de Medicação desenvolvido pelo Jockey Club. Estes estados tinham até à data da mesa redonda anual para agir neste sentido.

Esta mesa redonda aconteceu neste último domingo, dia 10 de agosto, com presença de cerca de quatrocentos pessoas e as conclusões percebidas foram que, apesar dos diversos e diferentes esforços, as ações fortes ainda não foram o suficiente. Ogden Phipps explicou que  ao Jockey Club iria aumentar o raio de sua ação para lutar contra a medicação, ao desenvolver uma estratégia incluindo a batalha por uma legislação federal para restaurar e melhorar a integridade do esporte. Nos Estados Unidos, o apelo a uma legislação federal é um ato extremamente significativo e forte.

“Os homens de cavalos e os nosso clientes merecem todos um mesmo nível de tratamento, com regras uniformes e uma competição própria”, declarou Ogden Mills Phipps. “Nós precisamos que o citado programa nacional seja implantando em todos os estados. Nós precisamos de regras uniformes e de padrões de controle nitidamente aperfeiçoados. Precisamos de uma estrutura de penalidades suficientemente poderosa para ter um verdadeiro poder de dissuasão pois não é mais tolerável que um treinador possa somar uma dúzia de violações em sua  carreira e simplesmente continua a treinar. Em suma, devemos eliminar de uma vez para sempre com todas  as medicações em dias de competição. Para a segurança de nossos cavalos, a integridade das disputas e a percepção geral de nosso esporte recolocada adequadamente em questão. Não podemos esperar mais.”

Da Gerência de Turfe

Gostou da notícia? Compartilhe!
ENVIE ESTA PÁGINA PARA UM AMIGO