Uruguai: Coldplay e Glorious Flag vencem clássicos em Maroñas | Jockey Club Brasileiro

Uruguai: Coldplay e Glorious Flag vencem clássicos em Maroñas

cold

Neste último domingo(12), em Maroñas, quatorze provas deram corpo à jornada domingueira do hipódromo uruguaio. Nas melhores corridas do dia, os brasileiros Coldplay e Glorious Flag somaram importantes êxitos para as respectivas campanhas.

Corrido na expectativa por Julio César Méndez, Coldplay atropelou com sucesso no Clásico Pablo Gelsi y José M. Ferro, em 1.500m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos. Passando sem briga pelos oponentes, na reta de chegada, Coldplay venceu “com ares de Piñeyrúa”, conforme destacado pelo noticiário local, Ovación Digital, em menção à possível participação do brasileiro no páreo destinado aos milheiros na festa do GP José Pedro Ramirez (gr.I).

Fenomeno (Editor’s Note) formou a dupla a 5 corpos. Ganhador do Ramirez em 2016, o brasileiro Gandhi di Job (por Job di Caroline, de criação do Haras Curitibano e propriedade do Stud La Fe), que não corria desde o último mês de abril, finalizou na quinta colocação.

Treinado por Luis Antônio Signoretti, Coldplay (5 anos, filho de Out of Control e Rafaela Bela, por Our Emblem, de criação do Stud TNT e propriedade do Stud Hulk) obteve a nona vitória após 31 corridas. Vitorioso nos Clássicos Breno Caldas (L) e Itajara (L), disputados na Gávea, Coldplay assinalou 1:30.49 para a distância.

No Clássico Brasil, em 1.400m na pista de areia, para éguas de 3 e mais anos, prevaleceu Glorious Flag, 5 anos, filha de Tiger Heart e Summerville (Pitu da Guanabara), de criação do Haras Springfield e propriedade do Haras Nahuel.

Montaria de Juan Nuñez, Glorious Flag suplantou a compatriota – e múltipla ganhadora clássica – Explicacion (por Wild Event, de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade de TBS Internacional) por ¼ de corpo. A quinta colocada, Gata Bella (por Shirocco, de criação do Haras Springfield e propriedade do Stud La Coluda) figurou como a terceira brasileira a subir no marcador.

Sérgio Dornelles responde pelo treinamento de Glorious Flag, que conquistou a décima primeira vitória em 31 apresentações. Exportada inédita para o Uruguai, Glorious Flag registrou tempo de 1:25.22.

Houve na reunião, ainda, espaço para o laurel de outro conhecido animal dos turfistas brasileiros. Vencedor do GP Derby Paulista (gr.I), há 2 anos, em Cidade Jardim, Reality Bites, 5 anos, filho de Silent Times e Redeye Special (Efisio), de criação do Haras Interlagos e propriedade do Stud Crespi, conquistou a primeira vitória no Uruguai desde a sua exportação, em 2016.

Com Everton Rodrigues “up”, Reality Bites venceu um páreo de turma, dedicado a produtos de 4 e mais anos de até 3 vitórias, em 2.000m na areia. Pisco Sour (Aidero) formou a dupla. A exemplo de Reality Bites, ganhador clássico no país de origem, o brasileiro Like Desire (por Public Purse, de criação da Coudelaria Jéssica e propriedade do Stud El Torta) ficou com a terceira posição.

No treinamento de Alcides S. de Los Santos, Reality Bites percorreu os dois quilômetros em 2:04.74.

Fonte: Site da A.B.C.P.C.C./Imagens: Ovación Digital

Gostou da notícia? Compartilhe!
ENVIE ESTA PÁGINA PARA UM AMIGO