Aconteceu (08 à 12.06.2018 – Semana do GP Brasil), por Fernando Lopes | Jockey Club Brasileiro

Aconteceu (08 à 12.06.2018 – Semana do GP Brasil), por Fernando Lopes

SEXTA-FEIRA (08.06.2018) 

reuniao08062018 (3)Gauchinho fez estreia apenas discreta no gramado. Mostrando muitas melhoras na areia, o potro do Haras Sweet Carol no meio da reta não aprecia brigar pelo terceiro. Porém, ajustado, na enrgia de Leandro Henrique, o pupilo de Adelcio Menegolo embalou, passou por Almejado Fighter e resistiu ao tropel de General Kodyak.

reuniao08062018 (11)Ombak Bagusse largou com atraso em sua estreia e não fez a curva. Parou quase dez meses e reapareceu no capricho de Luiz Esteves. Tirada com pressa das caixas por Vagner Borges, a potranca do Haras Clark Leite não deu a mínima chance à suas rivais, emplacando um de ponta a ponta a melhor. Fullart veio de longe para formar a dupla. J’Adore, mais uma vez muito apostada, não confirmou.

reuniao08062018 (23)Trazendo boa campanha do Paraná, Wild Vip começou com vitória no prado carioca. Acompanhando de perto a ponteira How Can Y Say (que não demora a vencer), a defensora de Alencar Zolin tomou conta da situação no meio da reta e não mais mse deixou alcançar. Boa direção de Valdir Rocha (PR) e excelente apresentação de Edgard Araújo (PR). Golden Wind ficou com a dupla. Favorita, Giva largou com atraso e não mais se recuperou. Linda Demais segue marcando passo no perdedor.

reuniao08062018 (39)Invicto na pista de areia, o lindo alazão Laurent abriu com um verdadeiro galope de saúde o Festival do GP Brasil 2018, deixando longe os rivais no Clássico Imprensa(L.). A carreira, uma homenagem à jornalista Cristiane Dias, da Rede Globo de Televisão, foi a primeira atração nobre da semana nesta sexta-feira08 de junho, e disputada em 1.400 metros, pista de areia pesada.

Em plena reta final, Laurent desvencilhou-se logo de Novinha A Mil. Deep Dream passou de golpe para segundo, em belo caminho pela linha um. Jackson Story não tinha mais nada. Do meio da raia para fora, Just Music e Jeune Coureur progrediam. Acionado por Vagner Borges, Laurent “largou dali” e nos 300 metros decisivos só fez abrir vantagem para o espelho, em êxito facílimo. Just Music e Jeune Coureur empataram na segunda colocação. Deep Dream e Jackson Story completaram o placar remunerado.

reuniao08062018 (47)Trazido do CT Vale da Boa Esperança em forma estupenda por Dulcino Guignoni, Laurent é um 2 anos, filho de Discreet Cat e Ella Bird, por A.P.Indy, de criação e propriedade do Haras Figueira do Lago. Na sua segunda vitória, a primeira nobre, em três saídas, Laurent parou os cronômetros em 1min26s90.

reuniao08062018 (57)Chegada eletrizante na quinta carreira da programação carioca. Diferença inferior a meio corpo entre o primeiro e o terceiro colocado. Na pista, vitória para Bólido de Ícaro com Lanterna Verde e o favorito Imperador Fatal em terceiro. Assim que cruzou o disco a CC do JCB abriu Sindicância e Muriel Silva Machado (Lanterna Verde) reclamou contra Marcos Staiti (Bólido de Ícaro) E A Comissão entendeu por desclassificar Bólido de Ícaro para a segunda colocação. Vitória para o Alazão Stables, do colorado Lucio Port. Treinamento nota 10 para Bruno Alexandre.

reuniao08062018 (61)Potro muito promissor e com excelentes trabalhos na areia, Gogo Boy não conseguiu vencer em suas duas saídas anteriores, ambas em 1.000 metros na pista de grama. Na primeira por diversos prejuízos e na segunda decepcionando seu staff. Inscrito na turma, no primeiro páreo, surpreendeu o forfait de Gogo Boy na turma para correr o Listed. A opção só não surpreendeu seus responsáveis, que ousaram e foram recompensados com o lindo triunfo contra os mais velhos no Clássico Luiz Gurgel do Amaral Valente (L.) – Taça Criação Paranaense. A carreira, em 1.200 metros, pista de areia pesada, foi um dos destaq1ues da ótima reunião desta sexta-feira08 de junho, abrindo os trabalhos para o Festival do GP Brasil 2018.

Na hora da verdade, Gogo Boy entrou inteiro e com fôlego de sobra. Kid Carson passou para segundo e El Bacan começava seu tropel. Quando todos pensaram que o potro, ainda perdedor fosse parar, ele mostrou o porque de estar ali inscrito. Na tocada de Waldomiro Blandi, Gogo Boy rumou célere para o disco, em triunfo empolgante. El Bacan formou a dupla com Set Ly, Coração de Ouro e Facon completando o marcador.

reuniao08062018 (79)Em mais uma vitória de um animal alojado no CT Vale da Boa Esperança, em Itaipava, Gogo Boy é um 2 anos, filho de Kodiak Kowboy e Opera Pop, por Midnight Tiger, criado pelo Haras Anderson e defensor do Stud Pedudu. Na sua primeira vitória, e logo na esfera clássica, o animal treinado pela fera Ronaldo Marins Lima assinalou para a distância 1min13s12.

reuniao08062018 (87)Numa raia completamente encharcada, Tanto Amor dominou a situação logo na entrada da reta e parecia o vencedor. Porém, como um bólido, além do meio de raia, Public Job surgiu com ação avassaladora para tomar conta do páreo e vencer com boa pule e em bom estilo. Direção nota 11 de Alexandre Correia e treinamento de Mauricio Chaves no cavalo de Delbio Marques.

reuniao08062018 (99)Invicto na pista de areia, Fera Veloz mostrou categoria e superou os rivais com firmeza, nos 1.600 metros, pista de areia pesada, do Clássico Breno Caldas (L.) – Taça Criação Gaúcha. A carreira foi a terceira prova nobre da reunião desta sexta-feira08 de junho, no Hipódromo da Gávea.

No momento da decisão, Fera Veloz já entrou com ação avassaladora e logo deixou seus rivais para trás, mostrando sobras na companhia. Leandro Henriqueesteve impecável no dorso do ganhador. Know How chegou a dar fila de que formaria a dupla, mas American Sniper veio do fundo do lote para terminar em segundo, em grande performance. É Fato e Nadador Lô completaram o placar remunerado.

reuniao08062018 (113)Preparado na Gávea por Fabrício Borges, Fera Veloz é um 3 anos, filho de Put It Back e Deep Bay, por Ocean Falls, criado pelo Haras Santa Maria de Araras e defensor do Stud Interbuzios. Na sua terceira vitória, a primeira nobre, Fera Veloz percorreu a milha em 1min40s12.

reuniao08062018 (118)Mesmo no repique (vinha de correr na terça-feira, 03/06), Andromeda Lover largou com o pé no acelerador, mandou na prova desde a largada e não deu chance a nenhum dos rivais, em conquista das mais fáceis. Vagner Borges facilitou a tarefa do animal do Stud Edilguar e Pierre, apresentado com a categoria habitual de Adelcio Menegolo. Integrante da parelha favorita, Mississipi River terminou no segundo posto. Olympic Gastly deu impressão de brigar pela dupla e não vai demorar a surpreender por aqui.

reuniao08062018 (133)Isogai, aditivado pelo Lasix, foi mais um que meteu o pé na estrada e não se deixou mais alcançar. Bem controlado por Bruno Queiroz, o animal de Marcelo Marcarian Cristófaro deu um vareio na parceirada. Excelente o treinamento de Leopoldo Cury. Mais de seis corpos depois, chegou Nosso Furacão. O favorito Oyster Bar nunca deu fila de lutar pelas principais colocações e finalizou num discreto décimo lugar.

SÁBADO (09.06.2018)

reuniao09062018 (5)Leme veio do fundo do lote para superar as adversárias e conseguir o primeiro triunfo em sua campanha. Querida Olimpica moveu o train, seguida pela favorita Jubileia. Quando as duas na reta cansaram, a defensora do Haras Nacional assumiu a ponta e colocou mais um ponto para a dupla Bruno Queiroz e Daniel Lopes no ano hípico 2017/2018.

reuniao09062018 (19)Fazendo forfait na Prova Especial Tirolesa para correr a turma, Gyoza mostrou que a escolha foi deveras acertada. A potranca do Haras Santa Rita da Serra vigiou a ponteira Firmeza e quando a dominou, abriu confortável vantagem para seu segundo triunfo em três apresentações. Leandro Henrique e Fabrício Borges estiveram perfeitos em suas funções para a vencedora. Temperança atropelou aberta e ainda passou por Firmeza antes do disco, passando para o segundo lugar.

reuniao09062018 (33)Mesmo saindo pela última baliza, Lampião confirmou as melhoras apresentadas em seu padrão de carreira desde que começou a correr mais acomodado e não brigando pela ponta como se não houvesse amanhã. O potro do Stud R6 superou os rivais no quilômetro da Prova Especial Mensageiro Alado – Versão Machos. A carreira foi a primeira atração da jornada deste sábado, 09 de junho, véspera da disputa do 86º GP Brasil.

Entrando na reta na sexta, sétima colocação e por fora de todos, Lampião embalou rápido para dar caça a Questo Mi Piace, Maestro da Serra e Up Money, que mandavam na competição. “No rolê” de Leandro Henrique, Lampião passou de viagem por seus adversários, vencendo com firmeza. Bishop’s Quest veio de longe para formar a dupla, superando Maestro da Serra nos últimos pulos. Eccedente e Up Money fecharam o placar.

reuniao09062018 (55)Preparado no CT Vale da Boa Esperança pelo excelente Ronaldo Marins Lima, Lampião é um 3 anos, filho de Dubai Dust e Adorável Zuca, por Elusive Quality, criado pelo Stud TNT e defensor do Stud R6. Na sua quinta vitória, em quinze saídas, Lampião passou o quilômetro em 56s70.

reuniao09062018 (62)Mostrando ótima ação nos metros decisivos, Desejada Poty veio do fundo do lote para pegar Isola di Fiori e vencer a Prova Especial Mensageiro Alado – Versão Fêmeas. A carreira, segunda atração da jornada deste sábado09 de junho, homenageou o grande velocista que nas pistas defendeu o Haras Santa Ana do Rio Grande e também realizou-se em 1.000 metros, pista de grama pesada.

Assim como na disputa dos machos, pista cheia para o embate de velocidade entre as fêmeas (16 competidoras aqui e 14 entre os cavalos). Feliz Rainha entrou a reta em primeiro com Luna Baluna, Java’s Song e Kremlin em seu encalço. A ganhadora corria em 14 à frente apenas de duas competidoras. Quando Isola di Fiori surgiu com excelente disposição e assumiu o comando das ações, parecia que a disputa seria apenas pela dupla. Ledo engano, engrenada e com uma impressionante aceleração na hora da verdade, Desejada Poty passou uma a uma de suas rivais até superar Isola di Fiori e vencer belíssima carreira. Direção muito boa de Marcelo Gonçalves. Aberta, Middle Fast, que andou estorvada na cabeça da curva, finalizou em treciro, com Sunset Shimmer e Jenny Holzer fechando o placar.

reuniao09062018 (87)Treinada no CT Vale do Marmelo pelo grande Luiz Esteves, Desejada Poty é uma 4 anos, filha de Desejado Thunder e Poty Indy, porP.T.Indy, criada pelo Stud Alvarenga e defensora do Stud Escorial. Na sua quinta vitória, em 17 apresentações, Desejada Poty parou os cronômetros em 57s70 (marca 95/100 superior a de Lampião na versão dos machos).

reuniao09062018 (94)Correndo mais acomodada e perfeitamente adaptada à raia pesada, Bay Ovar reassumiu de forma inconteste a liderança da Geração 2015 entre as potrancas com fácil êxito no Grande Prêmio Francisco Villela de Paula Machado (G2). O páreo, o primeiro nobre da reunião deste sábado, 09 de junho, foi realizado em pista de grama pesada e na distância de 1.600 metros.

Na reta decisiva, a favorita Platine não mostrava ação. Goiaba Doce seguia em primeiro. Porém, pelo meio de pista, com Valdinei Gil olhando para trás, Bay Ovar vinha de galope e passou por suas rivais como se as mesmas estivessem paradas. Sobrando na parceria, Bay Ovar rumou célere para o espelho, em triunfo fácil. Surprising formou a dupla com Expansive Taste na terceira posição. Mendieta e Goiaba Doce fecharam o placar remunerado.

reuniao09062018 (119)Apresentada com extrema competência por Idelfonso Coelho de Souza, Bay Ovar é uma 2 anos, filha de Drosselmeyer e Stick Around, por Roi Normand, criada pelo Haras Fronteira P.A.P. E defensora do Stud Best Friends. Na sua terceira vitória, a segunda nobre – Clássico Ministério da Agricultura (L.), a outra – em cinco saídas, Bay Ovar passou a milha em 1min38s11.

reuniao09062018 (125)Os técnicos da NASA em Washington já estão alerta. Seus radares detectaram a passagem do foguete Habile Bobby pela Gávea. Após ser avistado em São Paulo no mês de maio, a máquina de velocidade apareceu nos sonares passando pelo Rio de Janeiro e conquistando de forma indiscutível o Grande Prêmio Major Suckow (G1). A carreira de velocidade da semana do Brasil foi realizada em 1.000 metros, pista de grama pesada, e uma das atrações principais da reunião deste sábado, 09 de junho, no Jockey Club Brasileiro.

Na hora da verdade, Habile Bobby tirou dois corpos sobre os rivais. Tirado da cerca por seu piloto, Ghoul sobrou para quarto, atrás da parelha do Haras Rio Iguassú. Voando Sorrindo e Efetivo Bull melhoravam. Ghoul tentou partir para cima de Habile Bobby, mas não teve ação para tal. Na frente, incontestável, Habile Bobby mostrou ser um velocista de primeira e com Waldomiro Blandi comemorando nos últimos 50 metros, cruzou o disco na frente, em belíssimo triunfo. Muito fiel, Voando Sorrindo atropelou aberto para formar a dupla. Efetivo Bull terminou em terceiro com Schweinsteiger e Ghoul completando o marcador.

reuniao09062018 (136)Trazido do Paraná em ótima forma por Marcos Decki, o popular Mcgeiver, Habile Bobby é um m2 anos, filho de Shanghai Bobby e Habile Bianca, por Mastro Lorenzo, criado pelo Haras Di Cellius e defensor do turfman Jamil Name. Invicto através de quatro apresentações, a primeira nobre e logo de G1, Habile Bobby passou os mil metros em 56s86.

reuniao09062018 (171)Ganhadora do GP Henrique Possolo (G1), em fevereiro, Fanciful atropelou de forma irresistível, esbanjando categoria para vencer o Grande Prêmio Roberto e Nelson Grimaldi Seabra (G1) e colocar mais uma carreira de graduação máxima em seu turf-record. A carreira, reunindo éguas de 3 anos e mais idade, foi realizada em 2.000 metros, pista de grama pesada e um dos destaques da ótima reunião deste sábado09 de junho, no Hipódromo da Gávea.

Na reta final, La Vie En Rose mantinha a dianteira, mas a tropa apresentou-se e diminuiu a vantagem da primeira colocada. Per-Piacere buscava passagem. Ordinary Love atacava. Mas a ponteira ainda era La Vie En Rose. Entretanto, com ação avassaladora, Fanciful surgiu como um foguete e sem ser exigida por Valdinei Gil (que perdeu o chicote na entrada reta) passou por suas adversárias e galopou para o espelho conquistando vitória contundente. Per-Piacere (esbanjando regularidade) conseguiu mais uma colocação de G1 e formou a dupla. Ordinary Love, Ever So Clever e La Vie En Rose fecharam o marcador remunerado.

reuniao09062018 (206)Trazida do CT Araras em forma soberba pelo ótimo Christiano Oliveira, Fanciful é uma 3 anos, filha de Wild Event e French Rivera, por Lode, criada pelo Haras Santa Maria de Araras e de propriedade do Stud Santa Maria. Na sua quinta vitória, a terceira nobre e a segunda de G1, Fanciful cobriu os dois quilômetros em 2min06s13.

reuniao09062018 (217)Potranca de muita raça e que a troca de pista não parecia ser problema, Golden Pacific justificou as expectativas e atropelou forte pelo meio de pista para superar a favorita Porquoi Pas. Direção enérgica de Leandro Henrique na alazã de propriedade para o Haras Sweet Carol, da turfwoman Carol Schuenke. Adelcio Menegolo, em outra oportunidade, mostrou toda sua competência.

reuniao09062018 (233)Potranca de enorme regularidade, venceu quatro de suas cinco atuações no ano de 2018, Festa Pronta deu o bote na hora certa para surpreender a favorita Tapera e levar a melhor no Clássico OSAF (L.). A carreira, quarta prova nobre da jornada deste sábado, 09 de junho, foi realizada em 1.400 metros, pista de grama pesada.

Quando Tapera demorou a passar por Esattesa era nítido que alguma rival iria despregar-se do lote e vir brigar pelo triunfo. Não deu outra, acionada por Vagner Borges, Festa Pronta pegou carreira pelo meio de pista e veio dar caça à argentina do Stud Jequitibá de Bacaxá. Com mais ação, Festa Pronta dominou a situação e abriu vantagem para o disco, vencendo firme. Tapera ficou com a segunda colocação. A parelha do Haras Figueira do Lago, Jolie Mabi e Iguatemi chegaram depois, com Foolproof em quinto.

reuniao09062018 (256)Apresentada com esmero por Luiz Esteves, Festa Pronta é uma 3 anos, filha de Wild Event e Allegrezza, por Grand Slam, criada pelo Haras Santa Maria de Araras e de propriedade do Stud Verde. Na sua quinta vitória, a primeira nobre, Festa Pronta assinalou para a distância 1min24s52.

reuniao09062018 (259)Um dos bons valores da Geração 2014 da criação Araras, Feminine impôs-se com autoridade na Prova Especial Tirolesa. A carreira, uma homenagem do JCB à uma das maiores corredoras da história do turfe nacional, foi realizada em 2.000 metros, pista de grama pesada e última atração da reunião deste sábado09 de junho.

No momento decisivo, Ilha de Páscoa ainda ponteava, com certa folga. Porém, embalada, pelo meio da raia, Feminine trazia ação impressionante. Depois do Amor melhorava francamente. Feminine dominou o páreo e deu fila de que conquistaria fácil vitória. Porém, Depois do Amor também pegou carreira e veio para cima de Feminine. No rigor de Valdinei Gil, Feminine resitiu bravamente aos ataques para cruzar o disco em primeiro. Depois do Amor, em ótima performance, formou a dupla. Ilha de Páscoa, Punta e Nãovemquenãotem completaram o placar.

reuniao09062018 (278)Preparada por Givanildo Duarte no CT Araras, Feminine é uma 3 anos, filha de Wild Event e Trip Over, por Public Purse, de criação e propriedade do Haras Santa Maria de Araras. Na sua terceira vitória em dez saídas, Feminine percorreu os dois quilômetros em 2min06s20.

reuniao09062018 (288)Numa reunião de pules altas, o encerramento não poderia ser diferente. Janice, frequentando o claiming sistematicamente, veio na turma e conseguiu a primeira colocação. Boa direção de Bernardo Pinheiro na égua do Haras das Araucárias, treinada por José Antônio Lopes. Fast Music, Lady Ju e a favorita Carmine completaram a Quadrifeta. 

DOMINGO (10.06.2018 – GP BRASIL 2018)

reuniao10062018 (4)Sem os problemas da última e em novas cocheiras, Fofão acompanhou o ponteiro General Coelho e na reta, apesar da demora em dominar o ponteiro, conseguiu, no rigor de Leandro Henrique, a vitória. Treinamento de Dulcino Guignoni no cavalo do Stud Interbuzios. Fazendo manhas, Super Bold formou a dupla com General Coelho em terceiro.

reuniao10062018 (14)Principe da Paz entrou na reta em último e foi tirado por fora de todos. O favorito Horik dominou a situação e chegou a dar muita fila de vitória. Porém, Principe da Paz surgiu como um bólido e com impressionante aceleração nos 200 metros decisivos, alcançou Horik para vencer belíssima carreira. Direção precisa de Acedenir Gulart e treinamento de Marcos Ferreira no potro do Stud Blue Mountain. Gerador fez boa estreia e, mostrando que demora pouco perdedor, finalizou em ótimo terceiro.

reuniao10062018 (20)Acteon Gaucho mostrou perfeita adaptação à pista pesada. O potro do Stud Hulk acompanhou de perto o ritmo Pimper’s Paradise e na reta dominou o rival para vencer com pule alta. Muriel Silva Machado montou com precisão o pupilo apresentado sob a responsabilidade de F.Alexandrino (2º Gerente de J.M.B.Aragão). Norwegian Warrior ficou com a terceira posição.

reuniao10062018 (27)Mais aguerrido após seu reaparecimento no trial do GP Brasil, Enólogo apareceu com ótima ação na reta para levar a melhor no Grande Prêmio Associação Brasileira dos Criadores e Proprietários do Cavalo de Corrida – ABCPCC – Taça Stud Book Brasileiro (G3) – 3ª Etapa da Taça Quati. A carreira para os fundistas da semana do GP Brasil foi realizada em 3.000 metros, pista de grama pesada e primeira disputa de grupo do domingo10 de junho, no Hipódromo da Gávea.

Em plena reta final, Matheus Julio passou por Olympic Google. Guaruçá melhorava. Aberto, Em Cima do Laço não rendia nada. Melhorando pelo meio de pista e com excelente ação, Enólogo apareceu engrenado e não deu chance aos rivais, assumindo a liderança e cruzando o disco na frente com Leandro Henriquevibrando intensamente. Guaruçá passou por Englightened para formar a dupla. Matheus Julio e Fala Camarada completaram o marcador.

reuniao10062018 (33)Trazido do CT Vale da Boa Esperança em ótimo estado, Enólogo é um 4 anos, filho de Drosselmeyer e Inner’s Girl, por Dodge, criado pelo Haras Anderson e defensor do Stud Sweet Dani. Na sua quinta vitória – a terceira nobre – GGPPs Doutor Frontin (G2) e Buarque de Macedo (G3) – Enólogo percorreu os três quilômetros em 3min11s95.

reuniao10062018 (37)Assim como sua companheira de cocheira fez na véspera – Bay Ovar no GP Francisco Villela de Paula Machado (G2) – Inforcer atropelou de forma irresistível para levar a melhor no GP Jockey Club Brasileiro (G1) e assumir a liderança da Geração 2015 entre os potros no Hipódromo da Gávea.

Em plena reta final, Black Cello vinha de galope em segundo e aproximava-se perigosamente de GarboTalks. Lamartine vinha junto. Quando exigido, Black Cello não correspondeu. Com isso, Memory Of Love apareceu com ação. Porém, aberto em grenado, Inforcer suplantou um a um dos seus rivais e abriu luz para o espelho, em êxito contundente para a alegria sem igual de Marcelo Gonçalves no dorso do ganhador. Memory Of Love formou a exata. Danish Flyer atropelou para ser o terceiro, com Lamartine e George Washington no complemento do marcador.

reuniao10062018 (42)Treinado por Ildefonso Coelho de Souza, |Inforcer é um 2 anos, filho de Shanghai Bobby e Eggendorf, por Roi Normand, criado pelo Haras Guayçara e defensor do Stud Best Friends. Na sua primeira vitória, logo de G1, Inforcer passou a milha em 1min36s97.

reuniao10062018 (47)Num dia em que um Enólogo brilhou mais cedo, Invader provou ser como um bom vinho que, quanto mais velho, fica melhor. Ganhador da prova aos 3 anos, o castanho do Stud Estelinha, ostentando forma excelente, repetiu a dose aos 5 e conquistou o bicampeonato do Grande Prêmio Presidente da República (G1). A carreira, que sempre antecede o GP Brasil, foi realizada em 1.600 metros, pista de grama pesada.

reuniao10062018 (50)Nada mais justo para o treinador líder da estatística, Roberto Solanés, que a sua 100ª vitória na temporada viesse através de um G1 e na milha internacional, que ele está tão habituado a vencer. Em mais uma temporada fantástica na sua vitoriosa carreira, Roberto Solanés prepara todos seus animais no CT Verde e Preto.

reuniao10062018 (51)Ângelo “Monstro” Souza brilha sempre em dias de grandes festas e desta feita não foi diferente. Conhecendo Invader perfeitamente, o popular Ceará trouxe seu conduzido na hora certa para conquistar o segundo triunfo na importante carreira.

Excelente largada para os 14 inscritos. First Amour saiu na ponta, porém logo o voluntarioso Tiro Ao Alvo apareceu com pressa pelo lado de fora e tomou conta do páreo. Fillmore passou na cerca para terceiro. Tupã Ceretã, Gargalo’s Hill’s, Energia Icon, Knowledge, Invader, Tiepollo, Energia Guest, Ouro da Serra, Set Ton, Guaruman e Nevisk vinham a seguir. Com ritmo intenso, de acordo com a categoria dos inscritos, Tiro Ao Alvo mandava na situçaõ e Fillmore já se apresentava em segundo.

reuniao10062018 (48)Em pleno momento de decisão, Tiro Ao Alvo entrou em primeiro com Fillmore na sua cola. Melhorando pelo meio de raia, Invader progredia a olhos vistos. Quando Fillmore dominou Tiro Ao Alvo, Invader apareceu com seu costumeiro tropel. Embalado, o castanho passou por Filmorre e rumou para o disco, sendo bicampeão da carreira. Tieppolo veio de longe, diminuiu bem a vantagem de Invader, mas não em tempo de suplantá-lo. Fillmore, Tiro Ao Alvo e Ouro da Serra chegaram nas posições restantes do placar.

reuniao10062018 (53)Trazido do CT Verde e Preto em forma absurda por Roberto Solanés, Invader é um 5 anos, filho de Red Rock Canyon e Naviraí, por Know Heights, criado pelo Haras Las Madres e defensor do Stud Estelinha. Na sua nona vitória – a sétima nobre e a 2ª de G1 – Invader parou os relógios em 1min36s02.

reuniao10062018 (58)Um dos valores mais regulares de sua geração, Quarteto de Cordas colocou um ponto de exclamação em sua campanha com a sensacional vitória no Grande Prêmio Brasil (G1), a mais importante carreira do turfe nacional. A 86ª versão do icônico páreo foi a atração central da reunião deste domingo, 10 de junho,no Hipódromo da Gávea.

0A6A7751A vitória de Quarteto de Cordas coroa o excelente trabalho do Haras do Morro, capitaneado por Sinval Domingues de Araújo, seu filho Diogo e toda a equipe que tem ajudado a impulsionar a atividade com muito amor, paixão e, principalmente dedicação ao Esporte dos Reis. Os resultados nas pistas mantém viva a chama que incentiva o turfe e o renova, apesar de todas as dificuldades.

0A6A7842Luiz Esteves é um profissional exemplar. Honesto, dedicado, leal e talentoso ao extremo, o profissional que treina seus animais no Centro de Treinamento Vale do Marmelo merece tudo que vem conquistando pois seu talento para treinar um PSI é único. Com o bicampeonato da carreira – ano passado ganhou com Voador Magee (Stud Eternamente Rio), Esteves se consolida ainda mais como um dos grandes da profissão.

0A6A7834Luan Silva Machado é um guerreiro, um batalhador, um obstinado. Tentou a sorte fora do país e voltou ao Brasil disposto a mostrar seu talento. Após um período “morno”, tomou a excelente decisão de firmar uma parceria com o agente de montarias Danilo Aglio, o “Dadá”, um dos melhores e mais trabalhadores do mercado. A aposta vem dando muito certo e hoje teve seu ponto mais alto, com Luan vencendo seu primeiro Grande Prêmio e logo o melhor e maior do país. São essas histórias que fazem o turfe mais e mais apaixonante a cada dia.

0A6A7761A partida do 86º GP Brasil foi excelente. Olympic Hollywood saiu na frente com Silence Is Gold, Arrocha, Last Hope, Emperor Roderic, Olimpo, Quarteto de Cordas, First Fighter, Fortune Danz, Sammy, Or Noir, Quiron, El Zorro, Easiest Way, Fantastic Boy, Orange Box, Euquemando, Deep End e Fitzwilly vinham na sequência. Sempre com vantagem sobre Silence Is Gold, Olympic Hollywood fazia o train da competição. Pela cerca interna, na sétima posição, Quarteto de Cordas vigiava de perto os primeiros.

Se na grande curva Silence Is Gold e Arrocha, com Olimpo próximo, começaram o ataque a Olympic Hollywood, na reta decisiva, os três passaram de passagem pelo ponteiro, dando por Encerrada sua missão. Arrocha assumiu francamente a ponta, dando muita fila de que levaria Jorge Ricardo até o disco. Olimpo atacava o ponteiro, mas não mostrava força para desalojá-lo. Or Noir aproximava-se. Trazido na hora certa por Luan Machado, Quarteto de Cordas passou entre Olimpo e Arrocha e começou a briga pela vitória com Arrocha. Os dois degladiaram-se até o espelho e a glória do triunfo coube a Quarteto de Cordas, com pescoço de vantagem sobre o poderoso rival. Em ótima performance, Or Noir ficou em terceiro, a um corpo. Olimpo (2 corpos) e Easiest Way (2 ¼ corpos) completaram o marcador.

reuniao10062018 (66)Preparado no CT Vale do Marmelo, Quarteto de Cordas é um Rock Of Gibraltar e New Hampshire, por Punk, criado por Beverly Hills Stud e recriado por seu proprietário, o Haras do Morro. Na sua quinta vitória, a primeira de G1, e a segunda nobre, Quarteto de Cordas percorreu a milha e meia em 2min30s76.

reuniao10062018 (73)Numa atropelada sensacional, bem aberto, Little Secret pegou Imperador Acteon quando este já levava o páreo de vencido. Perfeito cálculo de Marcelo Gonçalves. Mais uma vitória para Fabrício Borges na semana, desta feita para a farda do Stud Bico Doce. Favorito, St.Andrews decepcionou por completo, fechando a raia.

reuniao10062018 (80)Em ótima forma e contando com a mágica do treinamento de Luiz Esteves, See The Sky prevaleceu sobre seus adversários nos 2.000 metros, pista de grama pesada, do Grande Prêmio IFHA – Federação Internacional das Autoridades Hípicas (G3). A carreira foi a última black type da sensacional reunião deste domingo10 de junho, que teve seu ponto alto no 86º GP Brasil, com vitória de Quarteto de Cordas (Haras do Morro).

Em plena reta final, Soldier Of Mondesir assumiu a primeira colocação. Devil Cat passou para segundo. Jaspion Silent vinha pelo meio de raia melhorando bastante. Entretanto, quem trazia a ação de ganhador era See The Sky. Além do meio de pista, o defensor do Stud Mabruk veio em briga com Devil Cat. Na tocada de Marcelo Gonçalves, See The Sky desvencilhou-se de Devil Cat e galopou até o disco, vencendo firme. Ótimo segundo de Devil Cat. Jaspion Silent, Empavado e Desejado Outplay completaram o placar.

reuniao10062018 (87)Preparado pela fera Luiz Esteves, em mais uma semana iluminada, See The Sky é um 4 anos, filho de Shirocco e Coupole, por Tsunami Slew, de criação e propriedade do Haras Mabruk. Na sua terceira vitória, a primeira nobre, See The Sky parou os cronômetros em 2min05s22.

reuniao10062018 (89)Em dia de raia pesada e que os profissionais procuraram diversas faixas da pista de grama, Carlos Lavor fez o mais simples e colocou o preferido do público apostador, Top View, pelo meio de pista e não bateu no bico, primeiro ele. Treinamento impecável de Luiz Esteves para o potro do Haras Mabruk. Neto Biel formou a dupla.

reuniao10062018 (95)Quase na cerca externa, em seu retorno à pista de grama, Pif-Paf de Birigui engrenou em tempo de superar Us Trick. Prevaleceu a energia do experiente Waldomiro Blandi no animal do Stud Dom Luluca, treinado pelo excelente Julio Cezar Sampaio. Próximo, Escalibur terminou em terceiro.

reuniao10062018 (102)Vagner Borges não complicou, manteve Guerreiro Josef pelo interno de pista e, quando seus rivais foram para fora, engrenou pela linha quatro, cinco, e dominou a situação, vencendo com facilidade. Ponto para Dulcino Guignoni na estatística e triunfo para o Stud Yatasto. Reaparecendo de longa ausência, Benggala fez excelente segundo lugar e não demoraa ganhar por aqui.

SEGUNDA-FEIRA (11.06.2018)

REUNIAO11062018 (2)Mesmo largando com atraso, Lovemetender mostrou sobras na companhia e atropelou com sucesso para vencer com Bruno Queiroz ainda tendo tempo de comemorar. O ritmo puxado por seu companheiro Leonardo tirou os rivais do natural e favoreceu o tropel do alazão do Haras Nacional, muito bem apresentado por Daniel Lopes. The Patient Pirate superou Zuberi no último pulo para formar a dupla.

REUNIAO11062018 (9)Em final deveras eletrizante, Reservado superou Karisco e Chico Bento por diferença mínima. Os três vieram a mais de meio de pista, agarraram-se na luta pelo triunfo e somente o photochart pode indicar o primeiro lugar para o cavalo do Stud Helena Bruzzi Viana. Preparo do ganhador e do segundo colocados, dele, José Ferreira dos Reis, vencendo sempre.Mais uma excelente condução de Alexandre Correia na semana. O piloto, que conta com Graziele Loezer no seu agenciamento, merece mais e melhores oportunidades, com certeza.

REUNIAO11062018 (21)Praticamente de ponta a ponta (nos metros iniciais Cerejeira correu na frente), Tango Mania resistiu ao ataque da favorita Lee para passar o disco em primeiro. Bernardo Pinheiro ainda titubeou entre abrir na reta ou não, mas quando viu as rivais diminuírem logo a diferença, trouxe sua conduzida para o meio de pista e venceu. Preparo de Flavio Guedes na égua de Victor de Mello Gomes

REUNIAO11062018 (34)Kurdish gostou da descida até a milha e passou na frente, obtendo o segundo êxito de sua campanha. Direção segura e precisa de Acedenir Gulart no cavalo do Stud Capitão, treinado por Claudio Peixoto Almeida no CT Brejal. Voador Amigo terminou no segundo posto. Sempre muito fiel e regular, desta feita Energia Istambul correu aquém do esperado, finalizando fora do marcador.

REUNIAO11062018 (42)Final Road largou na frente, mas quando Gaveau forçou na reta oposta, Leandro Henrique não aceitou a briga e recolheu, ficando em segundo. Esta decisão economizou um fôlego gasto desnecessariamente, que fez a diferença na hora decisiva, quando Final Road reassumiu a ponta e resistiu bravamente aos ataques de Balança Comercial e Quinta Dimensão, segundo e terceiro colocados, respectivamente. O ganhador, mais uma do Haras do Morro na semana, foi à raia muito bem apresentado por Zenílton Barbosa.

REUNIAO11062018 (51)Numa disputa que perdurou durante os 2.100 metros da pista de areia, Ilustre Senador superou Asddrubal para vencer o Clássico Delegações Turfísticas (L.). A carreira, a última prova nobre do Festival do GP Brasil 2018, foi realizada nesta segunda-feira11 de junho, no Hipódromo da Gávea.

Em plena reta final, Piter-Pilotto e Dr.Phelipe não tiveram pernas para seguir o ritmo de Ilustre Senador e Asddrubal. Aberto, Life Style começava a melhorar. Na energia de André Luiz Silva, o campeão da estatística em Cidade Jardim, Ilustre Senador livrou pequena vantagem sobre Asddrubal e manteve até o espelho. Life Style descontou bastante, mas apenas ficou na terceira posição. Dr.Phelipe e Red Spirit fecharam o placar remunerado. A joqueta Vic Mota reclamou contra o piloto do ganhador, mas a CC do JCB confirmou o resultado de pista.

REUNIAO11062018 (60)Preparado em Cidade Jardim por Valter dos Santos Lopes (também campeão da estatística), Ilustre Senador é um 4 anos, filho de Agnes Gold e Maneirissima, por Fast Gold, criado pelo Haras Figueira do Lago e defensor de Alberto Juarez Tiollet Miorim. Na sua sexta vitória, a principal no GP Bento Gonçalves (G2), Ilustre Senador parou os cronômetros em 2min15s97.

REUNIAO11062018 (65)Dupla ganhadora do GP Brasil 2018 com Quarteto de Cordas (Haras do Morro), Luan Silva Machado e Luiz Esteves fecharam a festa com Kusko Cat na Prova Especial Quick Chance. A carreira, uma carreira de consolação para os animais que não participaram do GP Presidente da República (G1), foi realizada em 1.600 metros, pista de grama pesada, e um dos destaques da reunião de segunda-feira11 de junho, no Hipódromo da Gávea.

Em plena reta final, vários competidores tentaram vir lutar pela ponta, mas Kusko Cat tinha muitas reservas e, quando acionado por seu piloto, abriu vantagem e rumou para o espelho sem ser incomodado. Vitória fácil. Hard Trick ficou em segundo com Bebê Francês, Highlander Again e Capitólio completando o placar.

REUNIAO11062018 (80)Preparado no CT Vale do Marmelo, Kusko Cat é um 4 anos, filho de Pounced e Paciência, por Know Heights, criado pelo Haras Di Cellius e defensor do Stud Mendonça, do turfman Jorge Mendonça. Na sua quinta vitória, em 14 saídas, Kusko Cat percorreu a milha em 1min36s58.

REUNIAO11062018 (86)Feito Olimpico largou bem, mas acabou recolhido por seu jóquei. Energia Iberia fez o ritmo da competição. Mais Um sobrou na partida para a última colocação, três corpos atrás do penúltimo. Bruno Queiroz, em dia dos mais inspirados, trouxe Feito Olimpico pelo meio de raia, arrumou passagem e dominou o páreo. Bastante aberto, Mais Um progrediu e veio lutar com Feito Olímpico pela vitória, mas teve de contentar-se com a segunda colocação. Treinamento de Leonardo José dos Reis no cavalo do Stud Vale do Paraíso.

REUNIAO11062018 (94)Em final dos mais eletrizantes, Empowered, Keiser Max e Many Kicks agarraram-se em luta ferrenha pela vitória e somente o photocharts foi capaz de identificar a pequena vantagem de Empowered sobre seus ferrenhos adversários. Henderson Fernandes mostrou disposição para levar o cavalo do Stud Vô Altair ao triunfo. Treinamento caprichado para Luiz Arthur Fernandes Filho.

REUNIAO11062018 (101)Desta feita Kaiak e Ludvika não entraram na luta insana da última. Com isso, as duas fizeram ponta e dupla no páreo final da jornada. Mais uma boa condução de Bruno Queiroz em um animal do Haras Nacional, preparado por Daniel Lopes. Favorita, Friendly’s terminou descolocada.

TERÇA-FEIRA (12.06.2018)

reuniao12062018 (1)Mandando no páreo desde a largada, Jane Fonda resistiu a vários ataques para conseguir a primeira colocação. Na reta, a defensora do Stud Taville parecia que seria engolida por suas rivais, mas resistiu bravamente na tocada de Bruno Queiroz. Renan Marques mandou sua pupila à raia em ótimo estado. Nina’s Gold (que vendeu muito jogo), La Tour e Instigante Lady (essa demorou a engrenar) chegaram próximos.

reuniao12062018 (16)Mais veloz do lote e favorito do público apostador, Certidão não encontrou dificuldades em emplacar um de bandeira a bandeira o melhor. Bruno Queiroz e Jairo Borges foram ótimos para o animal de José Gustavo Alvarenga, em sua quarta vitória na Gávea. Xaxamutema e Kane chegaram a seguir.

reuniao12062018 (23)Depois de quatro segundos nas últimas cinco saídas, Hervadaninha, mais de dois anos após, fez as pazes com o vencedor. Waldomiro Blandi correu por Real da Serra e a opção se mostrou acertada, pois a duas decidiram a parada e a vitória ficou com a defensora do Stud El Albatroz. Boa a apresentação de Orlando Fernandes Jr.

reuniao12062018 (35)Mais Bela Negra fez ótima estreia, fazendo corrida para sua companheira Lazona do Salso. Agora, “atuando para si”, pegou a ponta e não deu chance aos rivais, ganhando firme. Bruno Ulloa mandou a égua do Stud Agenda em forma excepcional. Bruno Queiroz, como tem feito habitualmente, esteve perfeito no dorso do ganhador. Sempre prometendo para a próxima, Desejado Amor formou a dupla, mais uma vez.

reuniao12062018 (42)Atuando novamente de Lasix e Fenil, Capanegra voltou a apresentar seu melhor padrão. O cavalo de Giovanni Giuseppe Pompeu Magi, acompanhou de perto o voluntarioso Carrocel Encantado e na reta dominou-o sem luta para conseguir a quarta conquista nas cinco recentes saídas. Belo trabalho de Adelcio Menegolo, o terceiro da estatística. Carrocel Encantado formou a exata, mesmo atacado por Questor Maximus.

reuniao12062018 (54)O mais apostado, Explosive Street deu um verdadeiro galope de saúde na parceirada, Sempre com sobras na dianteira, a alazã de Mauricio Roriz dos Santos não deu impressão de ser suplantada em parte alguma dos 1.100 metros. Bela apresentação de Cristina Resende e direção segura de Vagner Borges. Bitrem e Suave Kick foram os próximos.

reuniao12062018 (66)Com boas corridas misturada com os machos ou somente entre as fêmeas, Upis foi trazida na hora exata e no momento propício por Vic Mota para conquistar o segundo êxito de sua campanha. O ritmo intenso do páreo ajudou, mas os caminhos conseguidos pela joqueta contribuíram demais para a primeira colocação da castanha do Stud Dueto, treinada por Valtemir Severo Pedersen. Outro Thunder deu um calor no ganhador, mas ficou com a dupla. Mesmo parando demais, o favorito Emperor Of Kicks ficou em terceiro.

reuniao12062018 (82)Tinindo, Juca Bold emplacou a terceira consecutiva após luta titânica com Over-Mint. O favorito Cantos Y Cuentos floreou na frente, mas parou sozinho. Com isso, Juca Bold e Over-Mint passaram a disputar a primeira posição, com vantagem para o cavalo do Stud Nova República, mantido em forma soberba por Daniel Peres. Luan Silva Machado deu mais uma boa direção na semana.

reuniao12062018 (92)Chegada sensacional entre Red Driver e Eroina Carol, com Vagner Borges e Leandro Henrique no comando das rédeas. Prevaleceu o líder Borges, em vitória de dois pontos na estatística. Jairo Borges apresentou soberbamente a defensora do Stud Gata da Serra.

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!