Adelcio Menegolo e Luiz Esteves deram as cartas na semana magna do turfe carioca » Jockey Club Brasileiro -

Adelcio Menegolo e Luiz Esteves deram as cartas na semana magna do turfe carioca

Luiz Esteves e Adelcio Menegolo deram as cartas na semana magna do turfe carioca. Esteves com o tri consecutivo do Brasil e Menegolo com sete triunfos, sendo o maior ganhador da semana.

No melhor ano de sua carreira, Menegolo chegou a 97 êxitos na atual temporada. Preparando seus animais em Friburgo, no CT Lost Love, da família Stabile, o profissional é um dos mais respeitados e admirados entre seus pares, não só por seu talento sem igual para preparar um PSI, mas também pela educação e correção em suas atitudes.

Menegolo levou para Friburgo as taças do GP IFHA (G3), com Fossato (Haras Sweet Carol), de Carol Stabile, e dos Clássicos Luiz Gurgel do Amaral Valente (L.) e Delegações Turfísticas (L.), com El Bacan e Desejado Outplay, ambos do Stud Parente Sobral, comandado pelo cearense Igor Parente Sobral, que fez o winners circle ficar pequeno para tantos amigos a cada foto. O profissional também preparou: Golden Pacific e General Bobby (os dois do Haras Sweet Carol); Motivo de Glória (Haras Monte Carlo); e Genghis Khan (Edmundo Medeiros Teixeira).

Esteves colocou seu nome ao lado de Sabatino D’Amore e Dulcino Guignoni como os únicos a vencerem o GP Brasil em três anos seguidos, Sabatino com Leigo (64) e Zenabre (65 e 66), Guignoni com Straight Flush (2000), Queen Desejada (2001) e Potri Road (2002) e Esteves, agora, com Voador Magee (17), Quarteto de Cordas (18) e George Washington (19).

Com 109 êxitos no ano hípico, Esteves, que trabalha no CT Vale do Marmelo, ainda levou o GP Roberto e Nelson Grimaldi Seabra (G1), com Midsummer Rain (Stud V.Jabor), o Clássico Imprensa (L.) – Taça Léo Batista, através de Lady Angel (Haras Guamiranga), o Clássico OSAF (L.), no bicampeonato de Festa Pronta (Stud Verde), e a Prova Especial Quick Chance, com Noruz (Cristiano Mendes de Córdova Nascimento).

O sétimo, Ronaldo Marins Lima (60), trabalhando no CT Vale da Boa Esperança, viu a decisão que tomou, juntamente com o staff do Stud Pedudu, mostrar-se correta e Happy Bryan, ao ser especializada no tiro curto, conseguir seu objetivo, o triunfo no Grande Prêmio Major Suckow (G1), após a desclassificação de Efetivo Bull.

O campeão da estatística 2017/2018, Roberto Solanés, não podia deixar de levar um G1 para o CT Verde Preto e o fez com a craque e invicta Jolie Olímpica, do Haras Regina, de Sérgio Coutinho Nogueira, que desacatou os machos no Grande Prêmio Jockey Club Brasileiro (G1) – Criterium dos Produtos de 2 anos e unificou a liderança da Geração 2016 no prado carioca.

Coroando o ótimo ano, apesar dos poucos animais o resultado é fenomenal, Marcus Aurélio trouxe do CT Júpiter o castanho Glory Boy (Stud Juliana e Luiz Guilherme) para a espetacular conquista no Grande Prêmio Presidente da República (G1), numa das mais emocionantes chegadas da semana.

O quarto, Julio Cezar Sampaio (80) viu seis de seus pensionistas cruzarem o disco na frente, destaque absoluto para Wind Of Change (Stud Pixote), campeão do Clássico Breno Caldas (L.). Luiz Felipe Fernandes apresentou três primeiros colocados.

Ildefonso Coelho de Souza ganhou duas na semana, a principal com Quick ’N Easy (Haras Doce Vale) no GP Francisco Villela de Paula Machado (G2). O nono, Venâncio Nahid (54) cada dia mais perto das 3.000 vitórias, levou dois páreos, entre eles a Prova Especial Tirolesa, com Perigoosa (Haras Doce Vale). Antenor Menegolo Neto não perdeu viagem vindo do Paraná e venceu duas carreiras, a principal com First Fighter (Stud Victor Augusto), no GP ABCPCC (G3). Mauricio Chaves foi duas vezes ao winners circle.

Com um êxito: Christiano Oliveira, que preparou Goldzilla (Stud Happy Again), para o triunfo na Prova Especial Mensageiro Alado; e Daniel Lopes, brilhante com Sunset Shimmer (Stud Embalagem), a melhor na Prova Especial Requebra; o sexto, Leonardo José dos Reis (72); Jaime Moniz Barreto de Aragão; Leandro Guignoni; Edson Ricardo; Noé Roberto dos Santos; Marcio Rocha; Antonio Oldoni; Luiz Guilherme Feijó Ulloa; Roberto Morgado Jr; José Antônio Lopes; Daniel Peres; Alan Guedes; Valter dos Santos Lopes; Djalma Antunes (PR); Marcio Ferreira Gusso (PR); e Olivio Zantedeschi (PR).

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!