Aconteceu – GP Oswaldo Aranha (G2) » Jockey Club Brasileiro - Turfe

Aconteceu – GP Oswaldo Aranha (G2)

Little Bad Girl, única representante da Geração 2015 no campo do tradicional levou melhor na versão 2018 do Grande Prêmio Oswaldo Aranha (G2), A carreira, uma homenagem do JCB a Oswaldo Aranha, turfista, titular do Haras Vargem Alegre, e político dos mais atuantes, tendo representado grandemente o Brasil na ONU, inclusive, foi realizada em 2.400 metros, pista de grama pesada e atração maior da reunião do domingo, 09 de dezembro, no Hipódromo da Gávea.

Na hora decisiva, Little Bad Girl, que na curva aproximou-se bastante de Karol King e Future Queen, logo tratou dos papéis e partiu para cima das ponteiras. Ordinary Love também apresentou-se com boa ação. Na tocada certeira do tetracampeão da estatística, Vagner Borges, Little Bad Girl tomou conta da situação e resistiu com sobras ao ataque de Ordinary Love, que ficou com a segunda posição. Betting Site veio de longe para tomar o terceiro posto de Future Queen. Fly First Class terminou no quinto posto.

Trazida do CT Vale da Boa Esperança, em Itaipava, em grande forma, por Dulcino Guignoni, Little Bad Girl é uma filha de Agnes Gold e Wild Moon, por Wild Event, de criação e propriedade do Haras Figueira do Lago. Little Bad Girl assinalou para a milha e meia, 2min30s11.

CURIOSIDADES

*Inscrita novamente na carreira, Little Bad Girl tenta um inédito bicampeonato da importante prova;

*Ganhador da carreira em 20 de novembro de 2005, João Moreira fez algo inédito.

Na sexta-feira (18/11) montou no Tarumã e conquistou a preparatória para o GP Paraná,  a Prova Especial Bento Munhoz da Rocha Neto, com Fort Bird.

No sábado (19/11) atuou em Cidade Jardim e com Crazy Jet levantou o Clássico Jockey Club Brasileiro (L.)

Finalmente no domingo, levou Artejusta (Haras Santa Maria de Araras) ao primeiro lugar no GP Oswaldo Aranha.

O Fantasma assombrou, ganhando, em 72 horas, as principais carreiras em três hipódromos e estados diferentes.

*Nos últimos 15 anos, Dulcino Guignoni levou para casa sete troféus do Oswaldo Aranha: Indianette (Coudelaria Jéssica – 2007); La Vendetta (Haras Tributo À Ópera – 2008); Gororoba do Ipê (Cláudio Marques/ Flavio Meirelles – 2010); Sutil (Haras São José da Serra – 2012); Estrela Monarchos (Stud H&R – 2013); Etrusca (Stud Globo – 2017); e Little Bad Girl (Haras Figueira do Lago – 2018).

Veja as cinco últimas ganhadoras antes de Little Bad Girl do GP Oswaldo Aranha (G2)

2017 – Etrusca – A.M.Souza/ D.Guignoni / Stud Globo

2016 – Lady Charlotte – W.S.Cardoso/ V.Nahid/ Haras Doce Vale

2015 – Energia Garoa – C.Lavor/ Ad.Menegolo/ Haras Sweet Carol

2014 – Beach Ball – V.Gil/ R.Morgado Neto/ Haras Santa Maria de Araras

2013 – Estrela Monarchos – V.Gil/ D.Guignoni/ Stud H&R

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli & Gerson Martins

Gostou da notícia? Compartilhe!