Um craque de nome Royal Ship reina soberano no GP Estado do Rio de Janeiro (G1) » Jockey Club Brasileiro - Turfe

Um craque de nome Royal Ship reina soberano no GP Estado do Rio de Janeiro (G1)

Líder inconteste da Geração 2016 e um craque em desenvolvimento, Royal Ship mostrou toda sua categoria e classe nos 1.600 metros do Grande Prêmio Estado do Rio de Janeiro (G1) – 1ª Etapa da Tríplice Coroa de Produtos, abrindo caminho para ser o 15º Tríplice Coroado entre os machos no turfe carioca. A carreira foi uma das atrações da reunião deste domingo, 09 de fevereiro, no Hipódromo da Gávea

Luiz Esteves, que tem 30% de suas vitórias em provas do calendário nobre, brilhou mais uma vez de forma imensa ganhando as duas provas de G1 do dia. Profissional dos mais competentes, Esteves, dia após dia, enobrece o turfe com seu trabalho de qualidade e excelência. 

Henderson Fernandes não é de muito sorrir, mas levar os dois G1 do dia fizeram surgir alguns sorrisos no rosto do competente e vitorioso jóquei. Em fase das melhores, Fernandes esteve impecável nas duas principais provas do dia e não será surpresa alguma se emplacar uma inédita dupla Coroa.

O Stud Happy Again, atual ganhador do GP Brasil, com Geroge Washington, dominante nos páreos de velocidade com a invicta Nice Lady, tem em Royal Ship sua jóia rara a ser lapidada. Muito merecido para quem tanto investe na qualidade do turfe nacional.

Na carreira, Royal Ship corria segundo, atrás de Norgaard, como se estivesse correndo na frente. Na grande curva, Henderson Fernandes vinha tranquilo e, todos os pilotos atrás dele, já procuravam bastante por seus conduzidos. Na frente, Norgaard ainda era o ponteiro.

No momento da decisão, Royal Ship atacou Norgaard, que defendeu-se bravaqmente. Porém, Royal Ship é diferenciado. Acionado por seu piloto, o castanho dominou a situação, colou na cerca e rumou célere para o espelho, em uma vitória massacrante. Olympic Jolteon atropelou para formar a dupla. Norgaard, Amor Total e Bavaro Veach (esse com reta bem entreverada) completaram o placar. 

Royal Ship é um 3 anos, filho Midshipman e Bela Val, por Val Royal, criado pelo Haras Belmont Ltda. e defensor do Stud Happy Again, de Mauricio Telles, Na sua quinta vitória (invicto na grama), a terceira nobre – a outra no GP Frederico Lundgren (G3) e no Clássico Ernani de Freitas (L.) – , Royal Ship completou a milha em 1min33s52.

VEJA A GALERIA DE IMAGENS DO GP ESTADO DO RIO DE JANEIRO (G1) – 1ª ETAPA DA TRÍPLICE COROA DE PRODUTOS

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!