Atropelada irresistível de Olympic Jolteon no GP Francisco E. de P. Machado (G1) » Jockey Club Brasileiro - Turfe

Atropelada irresistível de Olympic Jolteon no GP Francisco E. de P. Machado (G1)

Olympic Jolteon atropelou de forma irresistível para levantar o Grande Prêmio Francisco Eduardo de Paula Machado (G1) – 2ª Etapa da Tríplice Coroa de Produtos. A carreira, uma das atrações da reunião deste domingo, 08 de março, no Hipódromo da Gávea, foi realizada em 2.000 metros, pista de grama macia.

O turfe se mostra apaixonante por histórias como a da equipe do Haras Regina, do ganhador Olympic Jolteon. Se no páreo anterior a desclassificação em uma prova de G3 deixou todos chateados. A vitória de um G1 na carreira seguinte deixa fácil entender porque o Esporte dos Reis é único e imprescindível em nossas vidas.

Wilkley Xavier conquistou sua primeira prova de Grupoo e logo uma de graduação máxima. Um dos destaques entre os pilotos do turfe carioca – é o quarto na estatística no meio dos melhores pilotos do país – Wil acabou desclassificado com Olympic Dust, mas voltou de cabeça erguida para a pista e deu direção de gente grande para escrever seu nome no rol dos ganhadores do Francisco Eduardo de Paula Machado.

Roberto Solanés é um monstro na arte de treinar um Puro-Sangue e, mais uma vez, deu uma prova inequívoca disto, ao apresentar Olympic Jolteon em forma espetacular para conseguir o primeiro G1 de sua campanha. O Haras Regina, proprietário do ganhador é uma dos maiores incentivadores da atividade no país e suas vitórias só enobrecem o amor de Sérgio Coutinho Nogueira pela atividade.

O páreo teve um ritmo forte imposto por Hall Pass e Norgaard. Hamburguer era o terceiro, só observando os ponteiros. O ganhador, Olympic Jolteon, era o décimo na entrada de reta. O train puxado indicava que os atropeladores iriam ser beneficiados.

Na hora da verdade, Hall Pass resistia bravamente e logo Norgaard dava por encerrada sua missão. Hamburguer aproximava-se perigosamente. Abertos, Bavaro Beach e Olympic Jolteon progrediam francamente. Na tocada do bom Wil Xavier, Olympic Jolteon passou um a um dos seus rivais, dominou a situação e cruzou o espelho com seu jóquei comemorando. Vacheron e Abu Dhabi vieram de longe para segunda e terceira posições, respectivamente. Bavaro Beach e Notável completaram o marcador.

Preparado no CT Verde e Preto pelo consagrado Roberto Solanés, Olympic Jolteon é um 3 anos, filho de Elmustanser e Olympic Special, por North Light, de criação e propriedade do Haras Regina. Na sua segunda vitória, a primeira nobre, Olympic Jolteon completou os dois quilômetros, em 1min59s83.

VEJA A GALERIA DE IMAGENS DO GP FRANCISCO EDUARDO DE PAULA MACHADO (G1)

 

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!