De ponta a ponta, melhor para Octane na P.E. Tirolesa » Jockey Club Brasileiro - Turfe

De ponta a ponta, melhor para Octane na P.E. Tirolesa

Fazendo valer a baliza um e favorecida pelos 10 metros de cerca móvel, Octane largou e acabou nos 1.500 metros, grama macia, da Prova Especial Tirolesa. A carreira, reservada para potrancas de 3 anos, celebra a primeira égua a vencer o GP Brasil (1950) e um dos maiores animais de todos os tempos que passaram por nossas pistas e foi uma das maiores atrações da reunião deste domingo, 26 de julho, no Hipódromo da Gávea.

Com Wesley da Silva Cardoso esperto na largada, Octane pulou limpa na dianteira. Logo, a veloz Brenda Light “encostou” na ponteira. A grande favorita Idle Ways e Paris Seis largaram devagar. Sempre com Brenda Light na sua cola, Octane mostrava o caminho às adversárias. Recebendo rédeas de seu jóquei e fazendo força, Idle Ways melhorava para terceiro, muito fácil. Tatuada Soy melhorava junto com sua companheira. Tamirez, Neusely e Paris Seis vinham na sequência.

Na hora da decisão, Idle Ways entrou embalada e parecia que mais um “massacre da serra elétrica” começaria. Ledo engano, Octane tinha reservas e Idle Ways começou a pular no mesmo lugar, não animando de ultrapassar a ponteira. Aberta, Neusely progredia francamente. Na tocada de Cardosinho, Octane manteve a ponta e cruzou o disco na primeira colocação. Neusely e Idle Ways brigaram pela dupla até o disco, com vantagem para a defensora do Haras Figueira do Lago, “fritando”, assim, mais de R$ 40 mil em placês que Idle Ways defendia. Tamirez e Tatuada Soy completaram o marcador remunerado.

Preparada no CT Vale do Itajara pelo consagrado Venâncio Nahid, Octane é uma 3 anos, filha de Put It Back e Brincalhona, por Lode, de criação e propriedade para Team Valor International. Na sua segunda vitória, em cinco saídas, Octane parou os relógios em 1min31s13.

VEJA A GALERIA DE IMAGENS DA PROVA ESPECIAL TIROLESA

Por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!