Em belo final, melhor para Oberyn no GP Linneo de P. Machado (G1) » Jockey Club Brasileiro - Turfe

Em belo final, melhor para Oberyn no GP Linneo de P. Machado (G1)

Em final escamado e com diferença pouco maior de um corpo entre o primeiro e o quinto, Oberyn prevaleceu nos 2.000 metros, grama macia, do Grande Prêmio Linneo de Paula Machado (G1). A carreira, um ajusta homenagem do JCB ao patriarca de uma das mais importantes famílias do turfe brasileiro, foi uma das atrações da jornada de domingo, 27 de setembro, no Hipódromo da Gávea.

Luiz Esteves, Henderson Fernandes e Stud Happy Again é sinônimo de conquistas e Oberyn comprovou isso inteiramente. Potro de enorme potencial, o filho de Salto e Hazelberry, por Setembro Chove, criado pelo Stud Chesapeake chegou à sua segunda conquista em cinco saídas, sendo essa a primeira de graduação máxima. 

Numa prova com ritmo completamente atípico, em que Playa Los Ingleses puxou o ritmo, Oberyn correu na segunda colocação e entrou a reta na captura do ponteiro. Pela cerca, Jackson Pollock livrou-se de ficar encerrado, tirado habilmente por seu piloto da linha um. Osprey e Olympic Kremlin também aproximavam-se. Rei do Camarote começava a progredir aberto.

Na tocada de Henderson Fernandes, Oberyn dominou a situação e ainda teve forças para escorar os ataques de Osprey (o segundo em excelente performance) e Rei do Camarote. Olympic Kremlin e Jackson Pollock completaram o placar remunerado. Oberyn, agora líder entre os produtos nascidos na Geração 2017, atuando no Jockey Club Brasileiro, passou os dois quilômetros, em 2min00s12.

VEJA A GALERIA DE IMAGEM DO GP LINNEO DE PAULA MACHADO (G1)

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!