Jackson Pollock atropela forte para levantar o GP Doutor Frontin (G2) » Jockey Club Brasileiro - Turfe

Jackson Pollock atropela forte para levantar o GP Doutor Frontin (G2)

Em atropelada fulminante, Jackson Pollock mostrou força para o “Matias Machline”, a ser corrido em 27 de junho na Gávea, com o firme triunfo no Grande Prêmio Doutor Frontin (G2). A carreira, uma das mais tradicionais do calendário clássico nacional, em sua 131ª edição, foi a atração central da reunião deste domingo, 30 de maio, no Jockey Club Brasileiro

Numa tática de corrida impecável, o tordilho Mem Cade Ce, também do Stud Verde, assumiu resolutamente a ponta da competição e puxou um ritmo de acordo com a categoria dos inscritos. Mente Brilhante, Olympic Kremlin, Olympic Korchnoi, Or Noir, Playa Los Ingleses, Inglenook, Jackson Pollock, Imperatore Pietro e Ricky Ricardo vinham na sequência. Floreando, Mem Cade Ce ditava o ritmo e na grande curva o pelotão começou a agrupar-se.

Na hora da verdade, Mem Cade Ce entrou inteiro na frente e mostrava-se um osso duro de roer para seus rivais. Aberto, muito bem trazido por Wilkley Xavier, Jackson Pollock, se valeu do forte começo de prova, embalou forte, passou um a dos seus rivais, dominou a situação e conquistou firme vitória, com seu piloto cruzando o disco comemorando. Ricky Ricardo e Imperatore Pietro (esse largou empinando) vieram de longe para ficar com segundo e terceiro lugares, respectivamente. Mem Cade Ce, em grande performance, terminou em quarto, com Olympic Korchnoi em quinto. 

Um 3 anos, filho de Kodiak Kowboy e Notting Tomorrow, por Aragorn, criado pelo Haras Santa Rita da Serra e defensor do Stud Verde, Jackson Pollock, na sua terceira vitória, a segunda nobre – a outra no GP Jockey Club Brasileiro (G1) -, completou os dois quilômetros, pista de grama leve e com seis metros de cerca móvel, em 2min01s05

VEJA A GALERIA DE IMAGENS DO GP DOUTOR FRONTIN (G2)

por Fernando Lopes – fotos: Sylvio Rondinelli

Gostou da notícia? Compartilhe!