Roberto e Nelson Grimaldi Seabra, os fundadores do Haras Guanabara | Jockey Club Brasileiro

Roberto e Nelson Grimaldi Seabra, os fundadores do Haras Guanabara

1950-tirolesa-1Em meados da década de 40, os irmãos Seabra, Roberto e Nelson, fundaram em Bananal, São Paulo, o Haras Guanabara, que logo se tornou um dos maiores haras de criação de cavalos do Brasil na década de 50, no auge do turfe brasileiro. De seus piquetes saíram vários campeões nacionais e internacionais.

O Haras Guanabara promoveu uma profunda e estrutural revolução dentro da criação nacional. Com o Guanabara, tudo que veio antes dele e insistiu em manter a mesma política de criação simplesmente naufragou. A revolução imposta pelos irmãos Roberto Grimaldi e Seabra e Nelson Grimaldi Seabra no campo de criação construído em Bananal (trazendo um pouco da Normandia para o interior de São Paulo) provocou uma renovação e uma atualização em limites que, até hoje, são percebidas pela influência sobre os inúmeros novos haras (pequenos ou grandes) que foram fundados desde então.

A política dos irmãos Seabra no Guanabara foi absolutamente internacional. Da formação dos piquetes ao emprego de pessoal altamente qualificado, da importação de garanhões ao rigor admirável na seleção das linhas maternas para a formação de seu plantel básico de éguas-mães, da preocupação com os acasalamentos que implicaram no envio de reprodutoras para a Europa e para a Argentina até o extraordinário bom gosto de suas construções, o Haras Guanabara é um exemplo da aristocracia e da classe que envolve o mundo do PSI.

emerson_grandes_momentosNessas duas décadas de criação na metade do século XX, com amor e respeito ao cavalo, os resultados vieram com muita dedicação: Um vencedor de Grande Prêmio Brasil: Tirolesa (50) (foto acima). Dois vencedores de Grande Prêmio São Paulo: Dulce (58); Sing Sing (63); Cinco vencedores de Grande Prêmio Cruzeiro do Sul – Derby Brasileiro: Martini (50); Honolulu (51); Canavial (57); Escorial (59) e Emerson (61); Um vencedor do Grande Prêmio Derby Paulista: Emerson (61), também vencedor do GP Derby Sulamericano (1962); Nove vencedoras do Grande Prêmio Diana: Tirolesa (48-49-50 e 51, à época o Brasil das éguas), Dulce (57); Emocion (58-59, Rio e SP); Embuche (67, SP) e Emerald Hill (77, Rio e SP), sendo que para essas cinco últimas o Diana já era o Oaks e não mais o Brasil das éguas.

DULCE

Entre vários campeões criados ou que defenderam a farda dos irmãos Seabra estão Tirolesa, Dulce, Duplex, Canavial, Canaletto, Sing Sing, Lohengrin, Huxley, Empeñosa, Loretta (ganhadora do Oaks carioca de sua época, GP Marciano de Aguiar Moreira), Martini, Honolulu, My Love, Duty, Cruz Montiel, Snooker, Embuche, Bucarest, Emocion, Encore e os exportados Emerson (grande garanhão na França) e o extraodinário Escorial, que para muitos está entre os três maiores animais de todos o tempos no Brasil.

Os Seabra fizeram algumas das maiores e mais importantes importações de garanhões. Entre eles, vale lembrar: Orsenigo, Hunter’s Moon, Royal Forest, Locris, Bahram (este em forma de sindicato, ficando sediado na Argentina) e Felicitation que se juntaram ao nacional Radar.

Neste sábado, 20 de junho, o Jockey Club Brasileiro, mais uma vez homenageia os filhos do patriarca da família Seabra, Gervásio Seabra, com a realização do Grande Prêmio Roberto e Nelson Grimaldi Seabra (G1), o “Brasil das Éguas”, tradicional carreira que reúne as melhores éguas de três anos e mais idade do turfe nacional, em 2.000 metros, grama.

Cruiseliner Chegada

Beach Ball (Haras Santa Maria de Araras), Lush Life (Haras Doce Vale), Orca (Haras Nacional), Ta-Maluca (Stud São Francisco da Serra), Energia Garoa (Haras Sweet Carol), Leading Hat (Haras São José da Serra), Garota da Barra (Stud Eternamente Rio), Notting Tomorrow (usa) (Haras Santa Rita da Serra), Beach Dance (Stud Globo), Colorado Girl (Stud Alvarenga), Caritzia (Haras Santa Maria de Araras), Alamoud (Edmundo Medeiros Teixeira) e Cruiseliner (Stud Estelinha).

Da Redação com colaboração da Gerência de Turfe

Fotos: Arquivo JCB

Gostou da notícia? Compartilhe!